Postagens

Postagem em destaque

Vem andando pela rua

Imagem
Vem andando pela rua
corpete de renda
saia justa
salto alto

A luz opaca
esconde a amargura do rosto

tudo o que ja sabe que vai encontrar
já a viste milhões de vezes

Outdoors iluminados
propaganda barata
almas em busca de abrigo

A boca vermelha
como que vertendo sangue
os olhos em brasa
grudam nos seus com um magnetismo unico

O olhar sedento de prazer
captura a presa fácil
momentos de êxtase que se vaí

A malicia visivel em cada passo
la vem ela, bandida, tirana
rebolando! Sacana!

Com os movimentos dos seus quadris
mexe com a sua imaginação

vem em sua direçao
e como uma tentação

Abala seu coração!

Mayra Andrade & Murillo Kollek

Os pulsos silenciosos de Aline

Imagem
Cortes voluntários
hábitos penosos
pensamentos secundários
dogmas do passado
momentos corajosos
vícios reencarnados
pragas herdadas
manias doentias
alma perdoada?

João Arruda & Murillo Kollek
12/11/2018


Tanka V

Imagem
Leio o jornal História foi escrita Amor eterno      Em folhas invisíveis      Escrevo minha paixão
Jade Alves & Murillo Kollek
11/11/2018

A vergonha está lá dentro

Imagem
As paredes ficaram invisíveis
fazer amor ao céu aberto
atos libidinosos a olho nu

Murillo Kollek
01/11/2018

Sonhos que se vão com o tempo

Imagem
Sonhos que se vão com o tempo
o orvalho sobre os meus cabelos
algumas feridas cicatrizadas
o vento que corta minhas rugas.

Paisagem pintada em telas
alguns escritos para a posteridade
cachimbo ao ar
vinho para o coração
versos diluídos pela fumaça.

Estrelas
testemunhas de minhas experiências.

O destino foi reservado para o final...

Murillo Kollek
27/06/2018

Madrugada quente

Imagem
É madrugada. Calor insuportável.
     Da janela observa luzes de neon, rua pouca movimentada. Algumas pessoas na porta de um bar. Risos, gritos, discussões abafadas pela música.
     Transeuntes passam ao longe, carros lentamente e nada de polícia!
     Cansada, senta na cadeira perto da janela, olha para o corpo inerte na cama e dá uma risada sarcástica.
     Gotas de suor escorre do seu rosto, ainda nua se contempla no espelho, passa o batom nos lábios e escreve: "Que o amor seja eterno enquanto dure."
     Diante do falecido baleado se despede. Tranca a porta e desaparece diante das luzes de neon.

Murillo Kollek
23/06/2018

Às vezes

Imagem
não há vida sem paixão
não há vida sem emoções
o coração está na geladeira

Murillo Kollek
30/09/2018

Meus dedos percorrem sua pele

Imagem
Meus dedos percorrem sua pele
novas sensações são descobertas
     arrepios
          sussurros
               desejos

Ergamos as taças de vinho
brindamos a nossa felicidade
               músicas
          livros
     poesias

sobre o seu corpo quente
meu corpo eferverscente
beijos
     carinhos
êxtase

Seu gozo em minha linua
ultrapassamos os limites
     tesão
orgasmos
     complicidade

Dois corpos unificados
dois corações em um só desejo
     sem medo
          sem culpa
               sem testemunhas

Murillo Kollek
20/05/2018